Conheça nossas Publicações

Nesta seção você encontrará uma lista de todas nossas publicações.

 

Publicações

Histórico

Em 1971, geógrafos do antigo Instituto Central de Geociências aplicaram ampla pesquisa sobre "Mobilidade Intra-Urbana" nos aglomerados urbanos do DF, da qual resultaram inúmeras contribuições em eventos científicos, no Brasil e no exterior, bem como publicações em Anais e revistas nacionais e estrangeiras. Essa pesquisa se constituiu no embrião para o estudo da evolução urbana, da estrutura do aglomerado, do crescimento populacional, enfim, da urbanização no DF, que se mantém até nossos dias, agora contando com a colaboração de novos docentes/pesquisadores e de discentes do mestrado da Geografia.

 

Todavia, somente em 1984 surge a primeira iniciativa para reunir em uma única obra a produção esparsa em diversos departamentos sobre Brasília. Assim, docentes dos Departamentos de Geografia, de Arquitetura/Urbanismo, da Antropologia e da Sociologia, reuniram-se em seminários, sob minha coordenação, para debater a realidade sócio-espacial da Capital Federal. Debateram-se trabalhos realizados para teses, dissertações, artigos apresentados em congressos ou como demandas de órgãos públicos. Assim, como resultado desses seminários, organizei a obra Brasília, Ideologia e Realidade – Espaço Urbano em Questão publicada pela Editora Projeto, em 1985, com o apoio do CNPq. Em 1986, com novos seminários, organizei mais uma coletânea inter e multidisciplinar: Urbanização e Metropolização – A Gestão dos Conflitos em Brasília, com a qual se inaugurou a Coleção Brasília, em 1987. Seguiram-se: Brasília, Metrópole em Crise, 1989; A Conquista da Cidade: Movimentos Populares em Brasília, 1991; Brasília: Moradia e Exclusão, 1996 e Brasília – Gestão Urbana: Conflitos e Cidadania, 1999.

Linha Editorial:

a) Desde a primeira coletânea se desejou documentar a evolução urbana e a organização espacial do Distrito Federal, elaborando-se trabalhos específicos, com análise crítica da urbanização, com propostas para os problemas urbanos do DF e Entorno. Com isto, sob enfoque interdisciplinar, multidisciplinar e transdisciplinar, estamos publicando farto material de pesquisa, que, de outra forma poderia permanecer inédito em relatórios, artigos esparsos, teses e dissertações elaboradas no Brasil ou no exterior. Raras são as cidades brasileiras que possuem um acervo tão importante de sua construção e expansão urbana;

b) No caso específico da coletânea Brasília – Ambiente Urbano: Crise e Perspectivas, submetida à apreciação do Conselho Editorial, salientam-se as questões sócio-ambientais de Brasília, onde, de forma inovadora o ambiente é tratado de forma ampla, em várias de a suas interfaces social/psicológica/ecológica;

c) Agregue-se ainda: (1) o interesse em dar continuidade ao trabalho da Coleção Brasília que já se constitui numa referência para a área de conhecimento a nível nacional e internacional; (2) a importância que a Coleção Brasília assumiu para a pesquisa e para o ensino nas universidades (graduação e pós-graduação) e nos ensinos fundamental e médio e mesmo para os cursinhos preparatórios aos vestibulares do DF.

Critérios para escolha das obras:

Com uma certa periodicidade, por ocasião dos seminários que acontecem no NEUR/CEAM/UnB, os professores e/ou técnicos de órgãos públicos debatem problemas urbanos do DF e Entorno, quando, por afinidade de temáticas e/ou em função da linha de pesquisa que desenvolvem resolvem debater os trabalhos com vista, como se explicitou acima, à sua inclusão em nova coletânea. Em razão da linha editorial e do fato de que esses pesquisadores/docentes pertencem a departamentos que mantém e colaboram com o NEUR, tem havido aproveitamento de forma repetida de autores nas 07 obras, ao longo dos últimos 16 anos. Os colaboradores perfazem um elenco não desprezível de diversas unidades acadêmicas, mormente da FAU, do IH, ICS e de outros em menor proporção. Além disso, não há convites formais para colaborar das obras da Coleção Brasília.

Obras:

PAVIANI, Aldo (Org.). Brasília, Ideologia e Realidade. Espaço Urbano em Questão. São Paulo, Projeto Ed/CNPq, 1985.

PAVIANI, Aldo (Org.). Urbanização e Metropolização. A Gestão dos Conflitos em Brasília. Brasília, Coleção Brasília, Editora Universidade de Brasília/CODEPLAN, 1987.

Composto por doze trabalhos de geógrafos, economista e arquitetos, o livro está dividido em três conjuntos: no primeiro, estão artigos que, de forma crítica, abordam a organização sócio-espacial; no segundo, estão os ensaios que levantam problemas de seletividade espacial, em função das políticas governamentais e da distribuição da renda, explicando a periferização; no terceiro, estão as questões referentes ao planejamento, dos transportes e do uso da terra urbana.

PAVIANI, Aldo (Org.). Textos de Pesquisas do Núcleo de Estudos Urbanos e Regionais. Brasília, Coleção Brasília, Editora Universidade de Brasília, 1988.

PAVIANI, Aldo. Brasília: A Metrópole em Crise. Ensaios sobre Urbanização. Brasília, Coleção Brasília, Editora Universidade de Brasília, 1989.

O autor discute as questões sociais patentes nas metrópoles, sejam elas historicamente constituídas ou planejadas. A organização sócio-espacial, as políticas de governo, a distribuição da renda, a periferização, o uso da terra urbana são objetos de estudo de Paviani, que põe estas questões ao debate e à reflexão.

PAVIANI, Aldo (Org.). A Conquista da Cidade: Movimentos Populares em Brasília. Brasília, Coleção Brasília, Editora Universidade de Brasília, 1991.

A coletânea está organizada sob duas temáticas: a organização do espaço no DF (com cinco trabalhos) e os movimentos populares (com quatro artigos).   Os autores (antropólogos, arquitetos, geógrafos e sociólogo) resgatam a história da constituição do espaço urbano e radiografam a construção de Brasília e sua conquista pelos segmentos sociais ao longo dos 32 anos de sua trajetória. Uma obra para profissionais e leigos que se interessam pelo processo de urbanização em nosso contexto.

PAVIANI, Aldo (Org.). A Questão Epistemológica da Pesquisa Urbana e Regional. Cadernos do CEAM/NEUR. Brasília, 2 (1), 1992.

PAVIANI, Aldo (Org.). Brasília: Moradia e Exclusão. Brasília, Coleção Brasília, Editora Universidade de Brasília, 1996.

A obra está dividida em duas grandes unidades: Habitação, História, Instituições e Espaço Urbano, com contribuições a respeito da comercialização de habitações, populares, o uso do FGTS como recurso para habitação popular e sua apropriação por incorporadoras e estudos de caso como o de Taguatinga e da Vila Planalto, sob o enfoque habitacional. O segundo conjunto trata da Gestão Urbana, trabalho e exclusão, com artigos versando sobre a especulação imobiliária no DF, sobre a urbanização com periferização, o crescimento metropolitano para além dos limites do DF e habitação e emprego, enfocando a política habitacional de interesse social.  Colaboram arquitetos-urbanistas, geógrafos, sociólogos, engenheiros e antropólogos com uma visão abrangente do problema da moradia. Ao mesmo tempo em que fazem críticas à falta de política habitacional, levantam-se possibilidades de solução como o uso mais democrático dos recursos públicos e de bens de uso coletivo.

PAVIANI, Aldo. (Org.). Brasília – Gestão Urbana: Conflitos e Cidadania. Brasília, Coleção Brasília, Editora Universidade de Brasília, 1999.

PAVIANI, Aldo & GOUVÊA, Luiz Aberto de Campos (Orgs.). Brasília: Controvérsias Ambientais. Brasília, Coleção Brasília, Editora Universidade de Brasília, 2003.

PAVIANI, Aldo; FERREIRA, Ignez Costa Barbosa & BARRETO, Frederico Flósculo Pinheiro (Orgs.). Brasília: Dimensões da Violência Urbana. Brasília, Coleção Brasília, Editora Universidade de Brasília, 2005.

A última coletânea sobre problemas ambientais nos chamou a atenção para a necessidade do exame de um outro problema bastante atual: a violência urbana. O grupo para este estudo foi se formando, na medida do interesse acadêmico de pesquisadores da UnB e de fora dela, ao longo de 2003 e 2004. Debateu-se o termo violência, qual seria o conceito usado, observando-se diversas definições particulares. A partir da violência como ato de “ferir o direito de outrem”, foi-se considerando violência qualquer ação intencional realizada por indivíduo ou grupo, dirigida a outro, que resulte em morte, danos físicos, psicológicos e/ou sociais.  As diversas facetas da violência são, em parte, contempladas na presente coletânea em seus doze capítulos organizados em três unidades: a) territorialidades e violência; b) agentes, vítimas e ações violentas e c) planejamento urbano e violência nas cidades.  Para abordar essas temáticas, de uma certa maneira seguimos as recomendações de nosso prefaciador, Prof. Frank A. Svensson, "Conhecer a ação recíproca entre árvore e bosque, entre parte e todo e indivíduo e sociedade é o grande desafio do agora. Exigem-se as formas socialmente organizadas, os coletivos de trabalho e o conhecimento objetivo da sociedade burguesa para se superar a injustiça social. Socialização sem conhecimento não ultrapassará o pensamento crítico". Igualmente, pelo enfoque inter, multidisciplinar, envolvendo violência e território, acreditamos que esta obra vem preencher uma lacuna para o entendimento desse flagelo de nosso dias.

 

Onde encontrar as obras:

http://www.editora.unb.br

http://www.livrariauniversidade.unb.br/

 

 

 

Visitantes Online

Temos 25 visitantes e Nenhum membro online